Porque é importante criar a voz e a identidade verbal do seu negócio

Porque é importante criar a voz e a identidade verbal do seu negócio

Rodrigo Rocha

Rodrigo Rocha Publicado em 18 de Abril de 2018

Formal? Informal? Didático? Jovem? Despojado? Sério? Qual o perfil do seu negócio da na hora de se comunicar? Sobre o que ele fala? Sobre o que não fala? Como fala?

Sim, são muitas perguntas. E respondê-las é essencial para que a comunicação de sua marca reflita os atributos e a cultura corporativa da sua empresa tanto junto à equipe de parceiros e colaboradores, quanto para os clientes e o mercado.

Essa estratégia permite que, dentro de um discurso unificado, a linguagem da comunicação seja adaptada para a público de acordo com a necessidade, o que faz com que sua marca se apresente de forma coesa em todos os seus canais e se torne cada vez mais familiar e íntima do seu público.

Netflix

Gosto muito do exemplo da Netflix para ilustrar a importância da ID Verbal na comunicação. As escolhas são muito claras e perpassam todos os pontos de contato da empresa com seu público.

Twitter

O tweet da Netflix sobre seu gênero já é um clássico. Além disso, o “quem sou” do perfil diz muito sobre a personalidade informal, às vezes despojada, e sempre divertida da marca.

 

 

Facebook

Perceba como num post super simples a Netflix consegue manter o tom de voz, mas adequando a linguagem para a rede e usando a legenda como complemento do post.

 

Site

Aí você entra no site e a mensagem central, apesar de ser dedicada à venda, continua dialogando com pessoas. Ela é para mim, é para você, é simples, direta, continua informal, mas menos despojada. A institucionalidade está presente e o tom foi ajustado.

 

 

Instagram

O bom-humor segue dando a tônica, a linguagem informal também, o tom despojado aparece com mais força e o jogo de palavras, inclusive com a tag em primeira pessoa, reforça o traço da personalidade brincalhona da empresa visto no twitter.

 

 

A identidade verbal é a base de um projeto estratégico de comunicação que pode incluir desde a criação do nome da marca até seu slogan, tom de voz e um guia de produção de conteúdo com os principais temas a serem abordados e o estilo de redação adequado a cada canal.

Quando ela capta o verdadeiro propósito da marca, é incorporada a todo o processo de comunicação e compartilhada frequentemente, ela ajuda a marca a encontrar suas verdades e a se tornar inevitavelmente reconhecida.

Isso faz com que o público se conecte aos produtos e serviços oferecidos pela sua empresa a partir da percepção de uma personalidade quase humana, que gera empatia e proximidade. Gente gosta de histórias, gente quer ser envolvida, quer se relacionar. E a identidade verbal permite que tudo isso aconteça.

 

 

Rodrigo Rocha
Especialista em Cibercultura e Gestão da Comunicação nas Organizações, e sócio do Conversa Coletivo de Comunicação Criativa

Relacionadas